Blog | LeV Compliance

O significado de compliance e como isso pode ajudar a sua empresa – a nível Disney

Resumo da redação   

Se você chegou até aqui é porque quer saber o significado de compliance e qual a importância disso para a […]


O significado de compliance e como isso pode ajudar a sua empresa – a nível Disney

22/01/21

Se você chegou até aqui é porque quer saber o significado de compliance e qual a importância disso para a sua empresa. Mais ainda, o que a Disney tem a ver com tudo isso.

Bom, por aqui somos fãs admitidos da Disney. A magia e a sensação de ser transportados para mundos diferentes enquanto assistimos são efeitos característicos das produções de uma das maiores empresas de entretenimento e informação do mundo.

No entanto, por trás do pó mágico e dos personagens que atravessam gerações, existem alguns princípios de negócios sólidos que fizeram com que a empresa passasse de um estúdio de desenho animado humilde, lá em 1923, para um conglomerado de mídia internacional com operações em mais de 40 países e aproximadamente 166.000 funcionários.

E é esse jeito Disney de fazer negócios que pode nos ensinar muito sobre compliance.

Preparad@?

Qual o significado de compliance?

O significado de compliance tem origem no verbo inglês to comply, que, numa tradução livre, pode ser entendido como “estar em conformidade”.

Com o passar dos anos, o termo foi apropriado e vem sendo muito utilizado no mundo corporativo, para representar o conjunto de disciplinas e práticas que visam à investigação, prevenção e solução de eventuais desvios, riscos e inconformidades.

Esse “estar em conformidade” significa estar de acordo com as normas, que podem ser as leis, em diferentes esferas, como trabalhista, ambiental e tributária, por exemplo, ou os próprios regulamentos internos da empresa que, geralmente, visam a instituir regras éticas.

Por exemplo, como você quer que sua empresa ande de forma correta, sem ações trabalhistas?

O compliance pode te ajudar com isso.

Mas o que a Disney pode te ensinar sobre compliance?

Um dos pontos mais importantes do compliance é a cultura de uma empresa.

Em outras palavras, não dá para falar de compliance se a sua empresa não tem uma cultura estabelecida.

E de cultura a Disney entende.

Quando Walt Disney idealizou a Disneyland, em 1923, seu objetivo era criar um lugar onde suas filhas pudessem se divertir.

No entanto, quando Walt faleceu, em 1966, o resort de entretenimento mais visitado em todo o mundo sequer tinha sido inaugurado: o Walt Disney World.

Depois de todos esses anos, a grande pergunta que fica é: como a Disney continua firme em seu propósito original de criar entretenimento a níveis incomparáveis?

Cultura.

Ou seja, a simples existência de códigos de conduta ética e instrumentos de fiscalização dentro de uma empresa não são suficientes para se evitar riscos e inconformidades, principalmente quando elas não envolvem questões legais diretamente.

É preciso um motivo muito maior para dar sustentabilidade e conformidade ao seu negócio, que vai desde a sintonia das pessoas que trabalham na empresa até o desenvolvimento, implementação e controle de qualidade dos seus produtos.

Então, como estabelecer uma cultura de compliance na sua empresa?

Assim como Walt Disney, você também teve seus motivos para criar o seu negócio.

Agora, é hora de pensar na cultura da sua empresa e como toda a organização pode se engajar com ela.

Defina a sua cultura

Se você entrar agora no site da Disney, além dos integrantes do conselho administrativo que mais parecem personagens, você verá também estampado na home page:

Nossa missão

A missão da The Walt Disney Company é entreter, informar e inspirar pessoas ao redor do mundo por meio do poder da narrativa incomparável, refletindo as marcas icônicas, mentes criativas e tecnologias inovadoras que fazem da nossa a principal empresa de entretenimento do mundo.

O que faz a Disney ter tanto destaque é o resultado de uma gestão estratégica que aplica uma declaração de missão e valores muito eficaz quando o assunto é entretenimento, parques de diversões e mídia.

Quando alguém “vai para a Disney”, sequer lembra que, na verdade, está indo para Orlando, Estados Unidos.

E é essa magia organizacional que faz o negócio ser bem-sucedido, pois possui atributos culturais que capacitam os funcionários a se envolverem com a empresa e maximizar seu desempenho.

Divulgue essa cultura para a equipe

Garantir que seus colaboradores entendam o motivo deles estarem trabalhando na sua empresa faz toda diferença.

E a Disney deixa isso muito claro, não só divulgando sua missão e valores, mas, principalmente, trazendo para perto pessoas que se identificam.

Por exemplo, na página de vagas, a Disney faz um convite tentador:

Esteja você procurando criar mágica em nossos Parques e Resorts, apoiar o crescimento e o desenvolvimento de negócios, trabalhar nos bastidores de seus programas de TV favoritos ou próximos filmes, ou qualquer coisa intermediária, esta é sua oportunidade de começar o próximo capítulo da história de sua carreira e ajudar a criar as experiências estimulantes pelas quais a Disney é conhecida mundialmente.

É aquela velha pergunta: o que você espera dos teus colaboradores e o que os seus colaboradores esperam da sua empresa?

Definindo a sua cultura e alinhando ela com seus colaboradores, você traz muito mais conformidade para dentro da sua empresa.

Só não subestime a necessidade de sempre reforçar isso.

Tenha uma mentalidade de gestor

Reza a lenda que quando Walt idealizou um dos castelos da Disney, foi muito criticado por querer colocar peças de ouro como parte da construção.

Os projetistas acreditavam ser desnecessário algo assim e sugeriram simplesmente usar um tom dourado.

No entanto, fazia parte da cultura de Walt criar realidades a partir das histórias e personagens dos filmes.

Pode ser que você acredite que, por ter uma empresa pequena, não seja necessário estabelecer uma cultura ou ter uma mentalidade de gestor ou gestora.

Mas é essa mentalidade que fará com que a sua empresa seja o mais próximo possível daquilo que você idealizou, bem como irá inspirar os seus colaboradores a executarem suas atividades de acordo com esse ideal.

Conclusão

Ao pensar em compliance, que significa implementar dentro da empresa um programa de prevenção de riscos, você pode se perguntar: “por que eu vou me preocupar com isso se eu nunca tive problemas?”

No entanto, esperar os problemas acontecerem, para, depois, pensar em como resolvê-los, pode custar a sustentabilidade do seu negócio.

Você já quer praticar a mentalidade de gestor ou gestora? Permita que sua empresa tenha um programa de prevenção implementado.

É o primeiro passo que você pode dar ainda hoje para começar a organizar as coisas aí dentro e ter uma visão macro, não importa o tamanho da sua empresa.

Clique aqui que podemos te ajudar com isso.

Confira nossos materiais disponíveis nas redes sociais:



(55) 3511-2553
atendimento@levcompliance.com.br

R. Dr. Francisco Timm, 2755
98781-404 - Timbaúva
Santa Rosa - RS